Fique por dentro das nossas novidades 

Blog Gomining

Machine learning aplicado à educação

Compartilhar em:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

< Voltar para o Blog

As tecnologias educacionais têm revolucionado a forma como as pessoas aprendem e ensinam, impulsionando o processo educacional para além dos métodos tradicionais. Entre as diversas inovações que têm transformado essa área, podemos destacar o uso da Inteligência Artificial (IA) e do machine learning na educação. Essas disciplinas, anteriormente restritas a campos especializados da ciência da computação, encontraram um novo propósito ao serem integradas ao contexto educacional.

Neste conteúdo, vamos conhecer mais sobre os benefícios de usar o machine learning na educação.

Tempo de leitura: 3 – 5 minutos

O Machine Learning, subcampo da inteligência artificial, é o conceito de aprendizado da máquina e tem como objetivo ensinar uma máquina a realizar uma tarefa específica e fornecer resultados precisos identificando padrões. Hoje, o machine learning funciona ao nosso redor quando interagimos com bancos, fazemos compras on-line ou usamos mídias sociais. Nestas situações, os algoritmos de machine learning entram em ação para tornar nossa experiência efetiva, rápida e segura.

Como aplicar machine learning na educação?

Na educação esta proposta visa a otimização dos dados e da inteligência artificial. O machine learning consegue gerar ferramentas para analisar dados complexos de forma rápida e automática. O objetivo é entregar resultados mais assertivos em grande escala, ou seja, a formação do machine learning aplicado à educação acontece por um conjunto de algoritmos que otimizam ações manuais que seriam feitas por pessoas, podendo auxiliar diretores e coordenadores de curso e consequentemente os estudantes.

O machine learning na educação é uma excelente ferramenta, uma vez que pode identificar as dificuldades de um aluno, por exemplo. Nesse sentido, a inteligência artificial vai aprender e disponibilizar questões que possam auxiliar o desenvolvimento do estudante, contribuindo com a significância da aprendizagem e com o processo de democratização da informação.

Em detalhes, é possível avançar em melhorias educacionais modernas com machine learning, com muitas vantagens para a IES e todo o ambiente educacional.

Benefícios em usar machine learning na educação:

  • Professores mais envolvidos no processo: Essa tecnologia é um auxílio para a tomada de decisões e serve como um potencializador para os docentes, já que ao obter dados sobre os alunos, é mais fácil encaminhá-los por tarefas mais dinâmicas, interativas e direcionadas.
  • Correção automática e feedbacks: Outro benefício do machine learning na educação pode ser, por exemplo, na análise e correção de redações. Com isso, os professores identificam os pontos fracos e os erros dos alunos e, a partir disso, podem contribuir ainda mais com o desenvolvimento da escrita. Outro diferencial é que o estudante pode receber feedbacks que poderão ajudá-lo neste processo de melhoria, com indicações de erros e acertos, ou pontos a serem verificados.
  • Personalização de conteúdo: A inteligência artificial e o machine learning podem ser usados nos sistemas de e-learning ou m-leraning. E, nesses casos, estamos falando de uma metodologia educacional que utiliza dispositivos móveis na transmissão do conhecimento, buscando bons resultados em um aprendizado não presencial, fundamentado em pilares tecnológicos, como plataformas de ensino online. É o caso do ensino a distância, que tem se popularizado bastante. Nesta aprendizagem personalizada, os algoritmos são tão inteligentes que conseguem identificar os tipos de atividades pelas quais cada indivíduo demonstra mais interesse e tem mais habilidade. Tudo isso é possível em razão do histórico de uso da plataforma, o que pode tornar o aprendizado mais constante.
  • Tutoria virtual: Com a necessidade de flexibilidade e adaptação atual, um tutor virtual pode ser alimentado com dados dos estudantes diariamente, como notas, dúvidas, perfis de interesse, dificuldades, leituras realizadas e etc. Com base nisto, o tutor virtual consegue responder às dúvidas, interagir com os estudantes, fazer sugestões para aprimorar o aprendizado, além de outros, por meio do sistema de chatbots.

Chegamos ao final deste conteúdo!

Para concluir, podemos dizer que o machine learning é uma espécie de ramificação da inteligência artificial. Por meio dele, as máquinas conseguem desempenhar tarefas para as quais elas são programadas, retirando uma grande carga de trabalho dos docentes e dos gestores. É mais uma tecnologia apoiando às inovações na área da educação.

Você também vai gostar de ler:

– Benefícios da Inteligência Artificial aplicada à educação.

– Tecnologias para instituições de ensino: 5 passos para escolher a opção perfeita para a sua IES.

Na área da educação, a inteligência artificial passará não apenas pelas inovações em sala de aula, mas também na gestão educacional. Muitos sistemas baseados em IA poderão auxiliar na otimização de processos administrativos, proporcionando uma gestão mais eficiente, objetiva e transparente.
Com a popularização dessa tecnologia, é comum que os professores se deparem com termos desconhecidos e muitas vezes até estranhos. Neste sentido, listamos alguns dos termos mais usados para quando falamos de IA aplicada à educação.

Cadastre-se para receber

nossas novidades