Fique por dentro das nossas novidades 

Blog Gomining

Autonomia dos Estudantes na Educação: Potencializando Habilidades com a Inteligência Artificial

Compartilhar em:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

< Voltar para o Blog

A crescente incorporação da Inteligência Artificial (IA) na educação tem sido amplamente pesquisada e discutida por especialistas, com resultados apontando para um significativo desenvolvimento da autonomia dos estudantes em todos os níveis de ensino, da Educação Básica ao Ensino Superior.

Neste conteúdo, vamos entender como a IA potencializa habilidades e desenvolve a autonomia dos estudantes na educação.

Tempo de leitura: 2 a 4 minutos.

Para fazer uma importante reflexão sobre a autonomia dos estudantes na educação, o documento de caráter normativo da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo da sua jornada educacional. Nesse sentido, a BNCC destaca o papel crucial da tecnologia como ferramenta para o desenvolvimento de habilidades humanas, apresentando as Competências 4 e 5.

A Competência 4 enfatiza a importância de utilizar diferentes linguagens e conhecimentos para se expressar, compartilhar informações e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo. Enquanto isso, a Competência 5 destaca a necessidade de compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de forma crítica e ética, visando à comunicação, ao acesso e à disseminação de informações, ao exercício de protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.

Mapeando os Currículos de IA para a Educação Básica

É fundamental refletir sobre como essas competências se aplicam na realidade educacional brasileira e como os currículos de IA podem contribuir para o desenvolvimento de valores e habilidades essenciais para o mundo atual, em constante evolução tecnológica. Nesse sentido, a UNESCO produziu um relatório e tem se dedicado a mapear os currículos de IA aprovados pelos governos para a educação básica, reconhecendo a importância de preparar os estudantes para um futuro em que a IA desempenhará um papel cada vez mais relevante. O relatório foi produzido pela Unidade de Tecnologia e Inteligência Artificial em Educação da UNESCO, que faz parte da Equipe de Futuros de Aprendizagem e Inovação e pode ser acessado clicando aqui!

Apesar disso, poucos países têm oficialmente incorporado a formação em IA na educação básica, apesar do reconhecimento de que as habilidades em IA são fundamentais para a economia presente e futura e para a participação plena dos cidadãos na sociedade.

Preparando Estudantes para a Era da IA

Entender o que é a IA, seu funcionamento e potencial capacita os estudantes a compreenderem melhor o mundo em que vivem, a defenderem seus direitos e a aproveitarem a tecnologia e os dados para o bem comum. Portanto, é crucial que os governos se comprometam a oferecer oportunidades relacionadas à IA a todos os cidadãos, por meio de currículos bem estruturados e alinhados com objetivos nacionais e padrões internacionais de direitos humanos e ética.

Além disso, é essencial que os governos foquem no desenvolvimento da criatividade e da compreensão ética dos estudantes em relação à IA, com um envolvimento profundo com algoritmos e dados necessários para o uso responsável da tecnologia. Adotar uma abordagem humanista na implementação dos currículos de IA é fundamental para garantir a proteção dos direitos fundamentais, incluindo a privacidade de dados, bem como promover a inclusão, equidade e igualdade de gênero.

Por fim, é fundamental assegurar o fornecimento adequado de recursos educacionais livres de restrições de propriedade intelectual e oferecer formação adequada aos professores, de forma a atender às necessidades de um campo em constante evolução, como é o caso da IA.

Continue lendo:

Na área da educação, a inteligência artificial passará não apenas pelas inovações em sala de aula, mas também na gestão educacional. Muitos sistemas baseados em IA poderão auxiliar na otimização de processos administrativos, proporcionando uma gestão mais eficiente, objetiva e transparente.
Com a popularização dessa tecnologia, é comum que os professores se deparem com termos desconhecidos e muitas vezes até estranhos. Neste sentido, listamos alguns dos termos mais usados para quando falamos de IA aplicada à educação.

Cadastre-se para receber

nossas novidades