Fique por dentro das nossas novidades 

Blog Gomining

Professor, não fuja mais das competências digitais!

Compartilhar em:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

< Voltar para o Blog

Novo ano, novas tendências educacionais, a pandemia que ainda não findou e surge a questão que não pode mais ficar sem resposta: Por que os professores precisam cada vez mais das competências digitais? Refletindo sobre alguns conceitos, alguns professores aproximaram-se de uma resposta: Porque a tecnologia faz parte da vida do estudante, ela perpassa todas as áreas do conhecimento.

De acordo com a Base Nacional Comum Curricular, (BNCC), as competências digitais são parte de uma nova exigência, tanto para alunos como para professores, de todos os níveis. Está conceituada na 5ª competência como:

“Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva”

Com essa descrição no documento, percebe-se que a competência digital é fundamental para a comunicação, desenvolvimento cultural e desenvolvimento de aprendizagens interativas e autônomas durante o processo de ensino e aprendizagem. Este é o principal motivo pelo qual os professores podem estar engajados à tecnologia, enfrentando a crise e utilizando as competências digitais como parceiras, não fugindo mais desta inovação tão importante!

Quando se sinaliza que os docentes não tem mais necessidade de fugir das questões tecnológicas, tenta-se tornar uma exigência da BNCC como requisito essencial para promover aprendizados significativos no atual modelo educacional. Então, mesmo não sendo fácil, é preciso começar por algum lugar: o planejamento.  Um dos objetivos visados é a cidadania digital. Desta forma, não basta conhecer e saber utilizar a tecnologia, mas como nos comportamos diante delas, potencializando o ensino e abordando novas maneiras de trabalhar o currículo proposto, sendo um importante suporte para desenvolver competências essenciais ao mundo moderno, como empatia, colaboração e habilidades socioemocionais.

Em busca disto, as equipes gestoras precisam investir em formação docente e capacitação. Já, os professores, podem aproveitar o período de início do ano letivo, para correr atrás de aperfeiçoamento.

Dicas da GoMining

A Gomining, que está sempre apoiando o trabalho do professor, da instituição e da sua equipe pedagógica, tem algumas dicas:

  • Cursos gratuitos: algumas empresas de tecnologia oferecem cursos gratuitos, com certificações oficiais, que melhoram o currículo;
  • Uso de aplicativos: muitos vídeos e tutorias auxiliam no uso e funcionamento de apps que podem enriquecer desde o planejamento até a avaliação do professor;
  • Formação oferecida pelo MEC: o governo disponibiliza o Programa Nacional de Formação Continuada em Tecnologia Educacional (ProInfo Integrado) que é um programa de formação voltado para o uso didático-pedagógico das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) no cotidiano escolar. São ofertados os seguintes cursos: Introdução à Educação Digital; Tecnologias na Educação; Elaboração de Projetos; Redes de Aprendizagem e Projeto UCA (Um Computador por Aluno);
  • Leitura de artigos ou participação em lives sobre o tema: muitos pesquisadores e profissionais da educação estão promovendo debates importantes sobre as competências digitais. Pesquise blogs ou siga profissionais que ajudam a desenvolver estas habilidades.

A Gomining também está engajada em produzir conteúdos relevantes sobre educação e tecnologia para os professores. Para acessar, basta acompanhar os textos aqui no blog, na nossa página no Instagram (@gomining_edu) e o nosso canal no YouTube (Gomining Edu).

Texto por: Sabrina Casali de Almeida de Souza

Na área da educação, a inteligência artificial passará não apenas pelas inovações em sala de aula, mas também na gestão educacional. Muitos sistemas baseados em IA poderão auxiliar na otimização de processos administrativos, proporcionando uma gestão mais eficiente, objetiva e transparente.
Com a popularização dessa tecnologia, é comum que os professores se deparem com termos desconhecidos e muitas vezes até estranhos. Neste sentido, listamos alguns dos termos mais usados para quando falamos de IA aplicada à educação.

Cadastre-se para receber

nossas novidades