Fique por dentro das nossas novidades 

Blog Gomining

Produção de Texto e Laboratório de Informática: Uma dupla e tanto para as aulas de Língua Portuguesa

Compartilhar em:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

< Voltar para o Blog

Início de ano, época de fazer um levantamento sobre a bagagem de conhecimento que os estudantes estão trazendo dos anos anteriores. Para as aulas de Língua Portuguesa, não é diferente! Porém, a proposta é desafiadora quando é necessário desenvolver diversas habilidades de comunicação, essenciais não só para a área das Linguagens mas para todas as áreas do conhecimento. Assim, começa o planejamento de muitos professores. Por que não deixá-los escrever, escrever e escrever, para mostrar tudo aquilo que já dominam? A verdade é que podemos fazer isto de uma forma bem prática e funcional utilizando o Laboratório de Informática da escola.

De acordo com a BNCC, é importante construir o domínio gradual da habilidade de produzir textos em diferentes gêneros, tendo como objetivo principal a interação e a autoria. Nos anos iniciais, isso corresponde saber para que serve a escrita e como ser competente para praticá-la. Nos anos finais, para alcançar esse conhecimento, é considerável levar até os estudantes situações reais de uso da língua, para que as crianças e os adolescentes tenham motivos úteis para escrever. Nesse processo, sair da convencionalidade e usar o Laboratório de Informática pode ser algo muito proveitoso, tanto para os alunos como para os professores.

Pode-se começar partindo da ideia de que o estudante saiba refletir e responder o seguinte propósito: quem está escrevendo, qual o objetivo ou função desta escrita, quem vai ler e onde será exposta a produção, ou se vai ser publicada. Com esta organização, ficará mais fácil para que o professor conduza a atividade e para que os alunos tenham, de forma concreta, por onde começar.

Uma vez que se saiba como iniciar, é o momento de desafiar a escrita. É aqui que entra a praticidade do Laboratório de Informática. Muitos educandos sentem-se mais seguros diante da afinidade que possuem com o computador, com a tecnologia. Em geral, eles constroem boas ideias, projetam algo original para responder à proposta do professor mas não conseguem colocar isto de forma organizada no papel. Por essa razão, cabe ao docente ajudá-lo a transcrever seus conceitos de forma criativa e desafiadora, utilizando programas educacionais, sites, blogs, mídia interativa e até inteligência artificial.

Por fim, a aula de Produção Textual será muito mais produtiva e usual. Além de se dedicar somente a escrita, os estudantes poderão fazer pesquisas, buscar infográficos e outras informações para complementar suas ideias, acessar ebooks, dicionários on line, fazer postagens e muito mais. Todos os envolvidos, alunos e professores, sentir-se-ão parte ativa e importante no desenvolvimento do processo da produção de texto.


Profª Esp. Sabrina Casali de Almeida de Souza – Time Pedagógico da Gomining

Professora de Língua Portuguesa, licenciada em Letras, pós-graduada em Psicopedagogia e colaboradora da Gomining.

Na área da educação, a inteligência artificial passará não apenas pelas inovações em sala de aula, mas também na gestão educacional. Muitos sistemas baseados em IA poderão auxiliar na otimização de processos administrativos, proporcionando uma gestão mais eficiente, objetiva e transparente.

Cadastre-se para receber

nossas novidades