Fique por dentro das nossas novidades 

Blog Gomining

IA pode ajudar o professor no processo de avaliação da Aprendizagem?

Compartilhar em:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

< Voltar para o Blog

Há bastante tempo, nosso sistema de ensino tem sido alvo de críticas e reflexões. Muitos profissionais da educação e pesquisadores tem buscado novos caminhos para para a construção e avaliação da aprendizagem. Assim, para avançarmos neste sentido, por que não contar com a Inteligência Artificial? Se pudermos olhar o processo de aprendizado como algo em que faça professores, alunos e instituições de ensino avançarem no modo de descobrir novas formas de aprender, é possível utlizarmos a Inteligência Artificial como uma ferramenta a favor de todos. 

 Num primeiro momento, é essencial que entendamos a movimentação que a instituição educacional, como um todo, precisa fazer para propiciar um ensino diferenciado, flexibilizado, interativo, atraente e inclusivo. Deste modo, os dispositivos de Inteligência Artificial só somam estímulos que levam ao protagonismo da aprendizagem, ao raciocínio, à tomada de decisões e à colaboração na resolução de situações problemas. De forma resumida, temos um diferencial muito significativo que agrega um ambiente propício e favorável, partindo sempre dos conhecimentos que os estudantes já trazem para a sala de aula. 

Em seguida, avançando nas questões referentes ao processo de aprendizagem, temos a questão da avaliação. Neste momento, é essencial destacar como é trabalhosa e complicada a função do professor, que precisa ver qualidade e não somente quantidade, que necessita de um olhar individual para cada aluno, sem falar na complexidade de perceber o progresso dos estudantes em todas as habilidades e competências. É por isso, que podemos mediar este esforço com o uso da tecnologia e da Inteligência Artificial. 

O professor  que leva  a tecnologia como recurso para o processo de avaliação das aprendizagens, amplia de forma expressiva e relevante a participação ativa dos estudantes em suas aulas. Além disso, consegue realizar um planejamento mais prático e eficiente, pois a interação e a colaboração estarão em primeiro lugar.

Esta é uma nova movimentação na educação que está trazendo experiências positivas e de grande significância, mostrando novos caminhos que podem ser trilhados. Os benefícios podem ser para todos: para o professor, que adapta conteúdos e consegue acompanhar e apoiar o estudante de forma individualizada e personalizada; para o aluno, que terá mais flexibilidade e prazer na dinâmica de interação, e  também  para o gestor, que acompanha o processo e otimiza o tempo e os recursos para garantir um ensino de qualidade para todos.  


Profª Esp. Sabrina Casali de Almeida de Souza – Time Pedagógico da Gomining

Professora de Língua Portuguesa, licenciada em Letras, pós-graduada em Psicopedagogia e colaboradora da Gomining. 

Na área da educação, a inteligência artificial passará não apenas pelas inovações em sala de aula, mas também na gestão educacional. Muitos sistemas baseados em IA poderão auxiliar na otimização de processos administrativos, proporcionando uma gestão mais eficiente, objetiva e transparente.
Com a popularização dessa tecnologia, é comum que os professores se deparem com termos desconhecidos e muitas vezes até estranhos. Neste sentido, listamos alguns dos termos mais usados para quando falamos de IA aplicada à educação.

Cadastre-se para receber

nossas novidades