Fique por dentro das nossas novidades 

Blog Gomining

Competências Avaliadas na Redação do ENEM: Como tirar boa nota em cada uma delas?

Compartilhar em:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

< Voltar para o Blog

Por Fabiana Kaodoinski:

O sonho do vestibulando de acessar o ensino superior via ENEM fica mais fácil de ser concretizado quando ele conhece o funcionamento de cada prova. No caso da redação, é importante adequá-la às 5 competências avaliadas. Assim, elaboramos dicas para obter um ótimo desempenho:

1 – Produza sua redação de acordo com a modalidade escrita formal da língua portuguesa, fazendo adequada escolha de registro.

Observe se você escreveu de acordo com as regras gramaticais. Revise o uso de acento, crase, regência, concordância e outros. Evite gírias e outras informalidades. Assim, sua nota na competência 1 terá chance de ser ótima.

2 – Demonstre compreensão da proposta de redação e aplique conceitos de variadas áreas para desenvolver um texto dissertativo-argumentativo autoral.

A redação é orientada por um tema específico a ser desenvolvido na forma de texto dissertativo-argumentativo. Assim, leia atentamente o enunciado da proposta para não fugir ou desviar-se do tema. Defenda uma tese por meio de argumentação consistente, evidente e diferenciada, demonstrando: criticidade, análise histórica e social de situações, atualização em relação ao que acontece no mundo e aplicação de conceitos de várias áreas do conhecimento, para a mobilização de um repertório sociocultural produtivo. Portanto, para ir bem na competência 2, seja reflexivo, buscando elencar ideias autênticas e fazer boas relações entre o tema e a realidade para construir sua redação. Se utilizar um pensador, conecte a ideia dele com as suas para não parecer um uso forçado ou uma inserção aleatória.

3 – Estabeleça relações e organize bem os dados para fortalecer os argumentos ao defender o ponto de vista

Invista um tempo para fazer um plano de texto antes de começar a escrever. Interprete informações, organize seu pensamento, selecione os mais adequados dados para evidenciar seus argumentos, como fatos, exemplos, estatísticas, opiniões, voz de autoridade, alusões histórias, comparações, dentre outros. Ordene o que vai utilizar em cada parágrafo de desenvolvimento. Mostre que você se mantém atento/a ao tema ao longo de toda a redação, com a missão de defender sua tese, problematizar situações e depois apresentar intervenção sobre o que discutiu. Desse modo, você vai focar em estabelecer conexão entre as ideias apresentadas e construir uma boa relação de sentido entre as partes do texto, o que faz com que sua nota na competência 3 possa ser muito boa.

4 – Demonstre conhecimento de mecanismos linguísticos para argumentar

O bom uso de mecanismos linguísticos necessários para construir a argumentação, avaliado na competência 4, fica evidente quando você utiliza nexos/operadores argumentativos variados para conectar as partes do texto. Esses recursos de coesão, como além disso, desse modo, dessa forma, portanto, auxiliam a estabelecer  relações lógicas adequadas entre as ideias apresentadas na redação. Estruture bem os parágrafos e os períodos do texto e tenha atenção para não repetir excessivamente palavras. Troque-as por sinônimos e outros elementos de substituição.

 5 – Elabore proposta de intervenção para o problema discutido

O Enem avalia, na competência 5, a presença ou a ausência de proposta de intervenção que respeite os direitos humanos para buscar melhorar situações as quais precisam da atenção da sociedade. Para um bom desempenho, faça uma proposta detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Para tanto, reflita sobre possíveis soluções. Pense: quem pode executá-las? Como fazer isso? Que efeito ela pode gerar?

Seguindo essas orientações, você terá mais chances de atingir a tão sonhada nota mil. Boa sorte!

Na área da educação, a inteligência artificial passará não apenas pelas inovações em sala de aula, mas também na gestão educacional. Muitos sistemas baseados em IA poderão auxiliar na otimização de processos administrativos, proporcionando uma gestão mais eficiente, objetiva e transparente.
Com a popularização dessa tecnologia, é comum que os professores se deparem com termos desconhecidos e muitas vezes até estranhos. Neste sentido, listamos alguns dos termos mais usados para quando falamos de IA aplicada à educação.

Cadastre-se para receber

nossas novidades