Fique por dentro das nossas novidades 

Blog Gomining

Aprendizagem Ativa – O processo Metacognitivo do Ensinar e Aprender

Compartilhar em:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

< Voltar para o Blog

Por Profª Dra Simone de Oliveira:

A Aprendizagem Ativa é um ponto de partida para avançar nos processos mais profundos de reflexão, de integração cognitiva e de reelaboração de novas práticas. Teóricos como Dewey (1950), Freire (2009), Rogers (1973), Novack (1999), entre outros, enfatizam, há muito tempo, a importância de superar a educação bancária, tradicional e focar a aprendizagem no aluno, como sujeito ativo na construção do conhecimento.

Para aplicação na prática pedagógica da aprendizagem ativa, é relevante compreender como os processos metacognitivos podem nos apoiar.  Conforme Flavell (1987), a metacognição é o estudo do conhecimento que trata da natureza dos sujeitos de forma cognitiva em relação às diferentes atividades e sobre as possibilidades de agir de modo também diverso para solução de problemas.

Unir as metodologias e as estratégias da aprendizagem ativa com os processos metacognitivos, é oportunizar a construção do conhecimento com autonomia e repeito ao sujeito cognoscente.

Para refletir…

ALGUNS PROFESSORES PODEM ESTAR SE PERGUNTANDO:

MAS, QUANDO EU APLICO NA MINHA SALA DE AULA, METODOLOGIAS ATIVAS?

Resposta: Quando a proposta ou  atividade demandar:

  • Habilidade de processar informação (o que o problema me diz)
  • Habilidade de raciocínio (como posso explicar isso)
  • Habilidade de indagação (o que eu preciso fazer)
  • Habilidade de pensamento criativo (existe outra maneira de fazer isso)
  • Habilidade de avaliação (poderia ser feito de forma diferente)

E OS PROCESSOS METACOGNITIVOS?

  • Tomada de consciência (O que eu já sabia sobre isso?)
  • Controle/Autorregulação (O que eu aprendi sobre isso?)
  • Autopoiese (O que posso fazer para saber mais sobre isso?)

Aprendizagem Ativa

Alguns exemplos de metodologias ativas são:

  1. Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) ou Problem-Based Learning (PBL)
  2. Aprendizagem Baseada em Equipes (ABE) ou Team-based learning (TBL)
  3. Sala de Aula invertida ou Flipped Classroom
  4. Aprendizagem Baseada em Projetos (Ensino e Aprendizagem)
  5. Think Pair Share (TPS)
  6. Peer Instruction

Alguns exemplos de estratégias ativas são:

  1. Storytelling
  2. IIR Ilhas Interdisciplinares de Racionalidade
  3. Gamificação
  4. Text Mining
  5. Just in Time Teaching
  6. Thinking Outside
  7. Lógica de Programação e Robótica
  8. Design Thinking
  9. IBL –  Inquiry Based Learning
  10.  Mapas conceituais

Para aprofundar mais sobre este assunto, participe do curso “Os desafios da educação atual: por uma educação que transforma vidas” , com certificação Gomining!! Aguardamos a sua inscrição pelo link: https://cursos.avagomining.com.br/

Na área da educação, a inteligência artificial passará não apenas pelas inovações em sala de aula, mas também na gestão educacional. Muitos sistemas baseados em IA poderão auxiliar na otimização de processos administrativos, proporcionando uma gestão mais eficiente, objetiva e transparente.
Com a popularização dessa tecnologia, é comum que os professores se deparem com termos desconhecidos e muitas vezes até estranhos. Neste sentido, listamos alguns dos termos mais usados para quando falamos de IA aplicada à educação.

Cadastre-se para receber

nossas novidades